Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Não tenho a menor duvida de que és um grande homem. Ouso até usar as tuas palavras e dizer que és a minha alma gémea. O meu um num milhão, metade da laranja, o meu coração inteiro. Sou uma felizarda, uma tola apaixonada, mas sábia o suficiente para saber e sentir tudo o que descrevo acima. Obrigada. Lamento dizer-te isto, mas nunca vou ser suficientemente boa para ti, mas nunca vou deixar de tentar alcançar o teu nível. Fazes-me sentir coisas que mais ninguém me faz, ou fez, sentir. Mergulhei de cabeça, sem medo de afogamento, contando que o meu coração está seguro nas tuas mãos e que tu cuidarás bem dele. Por ventura, nunca te confidenciei isto: no nosso primeiro encontro, no melhor jantar romântico da minha vida (temos de repetir!), foi a tua paixão pela vida e a maneira como sorris com o olhar que me fez apaixonar por ti, de forma espontânea e louca. O resto foi um bónus que se revelou como sendo o motivo pelo qual sorrio ao tecto branco do meu quarto, todas as manhãs, quando acordo. Estarei sempre do teu lado, com um beijo e um corpo quente. Com as típicas borboletas no estômago. Só peço que mantenhas o teu carinho e estima por mim, o olhar que me diriges é perfeitamente suficiente para eu me sentir a maior felizarda do planeta...

3.jpg

1 comentário

Comentar post