Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

O meu mural de facebook parece que está cheio de mel. Casais, corações, beijos, rosas, ursos e as mais diversas temáticas fotográficas sobre este dia transformaram esta rede social numa manifestação pública de consumismo e romance excessivo. Na minha opinião, o dia dos namorados não é apenas hoje, mas sim todos os dias. Todos os dias são dias de manifestações privadas ou públicas de carinho e afecto, de estar presente e de mimar a pessoa com a qual temos uma relação intima. Vejo por aí muitos casais que neste dia é tudo um belo mar de rosas, mas que amanhã já estão a tratar-se mal e a mandar indirectas um ao outro nas mais diversas redes sociais. Para mim, este dia não passa de mais um dia comercial: gasta-se dinheiro em presentes desnecessários e é tudo demasiado fútil. E não é por estar solteira que escrevo este desabafo, até porque já tive namorado neste dia e ambos concordamos que seria um dia normal do nosso namoro...mas sim porque vejo que o amor está cada vez mais dependente da quantidade de presentes e publicações públicas do que propriamente do próprio sentimento em si. E que tal deixar a sociedade consumista de lado e amar, respeitar e estimar, TODOS os dias? Seria bem mais duradoiro e especial!

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2