Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."


Hoje estou exausta, por isso não liguem que a minha escrita esteja subnutrida ou algo parecido. Esta semana tive de fazer uma pausa nas abençoadas férias de Verão para estudar para o exame de Estatística que tenho daqui a umas horas...

Eu e os números nunca fomos grandes amigos. Aliás, foram eles que motivaram a minha saída de Ciências e Tecnologias para Línguas e Humanidades no secundário; sempre fui uma forte amante de palavras cheias de emoção e não de algarismos numéricos cheios de razão. Quando me matriculei em Psicologia, deparei-me com esta cadeira que pensei ser uma espécie de Matemática mais básica ou simples...engano o meu! No primeiro ano, apenas consegui fazer a componente prática de Estatística I, sendo que este ano conclui a teórica da mesma; o problema é mesmo a II: muitas fórmulas, muito raciocínio matemático que não tenho nem daqui a mil anos (em comparação a alguns colegas de turma) e uma professora que nem se dá ao trabalho de explicar decentemente a matéria. Estou para aqui perdida em livros, apontamentos, máquinas calculadoras e o meu cérebro completamente exausto e a pedir que este dia acabe o mais rápido possível. Tenho saudades da semana passada: tempo livre, descanso, namorar, cafés à beira-mar, filmes e séries...Eu sei, existem muitos estudantes universitários que têm cinco ou seis exames num curto espaço de tempo, mas eu sinto-me uma completa idiota, por saber que as hipóteses de este exame me correrem bem são de 5% (e olhem que este valor é SUPER optimista). Vamos a ver...triste já estou com esta situação toda, agora só falta saber se as lágrimas vão aparecer à tarde.

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2