Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Sinto-me, finalmente, inteira, e sabe tão bem, no final de contas. Apetece-me gritar aos sete ventos o quanto me sinto leve e espontânea, livre das correntes ferrugentas que teimavam em andar a apertar o meu pobre coração. Percebi, com vinte anos, que não preciso de procurar o amor para sentir o auge da felicidade, mas sim amar e apoiar aqueles que gostam de mim e que me provocam sorrisos na cara, involuntários, todos os dias. É bom recordar os motivos positivos que me levaram a ingressar na faculdade, cuidar de mim e dar mimos às pessoas que me estimam. Apesar de tudo, os últimos quatro meses de 2012 ensinaram-me lições valiosas que eu, em 2013, não vou esquecer! Aplicar-me nos estudos, apoiar a minha família, cuidar e dar ouvidos aos meus sábios amigos (não fiquem convencidos). Aprender a ter mais amor próprio, sorrir mais e alimentar-me melhor. Ser uma jovem adulta com esperança no futuro. Dar o devido valor a quem mo dá a mim. Quem sabe se não é este ano que danço à chuva?

Hope is everything.

8 comentários

Comentar post