Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

 

Era apenas um grupo normal de amigos, a beber umas cervejas, a descontrair, a curtir a noite. A festejar as coisas boas da vida e a apagar de vez as más. Por vezes, uma forte gargalhada fugia de um deles, enchendo o ar com vibrações satisfatórias. Um deles, ao acabar de beber a sua garrafa de cerveja, decide desafiar os amigos presentes para jogar o «verdade ou consequência». Perguntas de todo o género foram feitas, e sequelas foram dadas para aqueles que não cumpriam as regras. Algo bem ao estilo cliché, mas que estava a proporcionar diversão aquela associação de velhos amigos. O álcool corria cada vez mais furiosamente nas veias de cada um, fazendo com que o frio sentido passa-se a um calor acolhedor. O divertimento continuou. E alguém resolveu apimentar tal passatempo. Entre os amigos, começaram a trocar beijos, carícias e afagos entre si, e logo o entretimento foi esquecido, trocado por algo melhor e mais activo. Algo mais prazeroso e sem limites. Foram toques, roupas espalhadas pelo chão, arranhadelas fortes e beijos violentos, para no final haver gritos de prazer, como meros animais no cio. E no final? Após partilharem momentos de loucura na mesma sala, limitaram-se a vestir-se e a despedir-se, como se nada tivesse acontecido. Continuaram amigos, como sempre, mas esta noite louca ficará sempre presente na memória deles. E que noite. A melhor noite da vida deles.

 

(ficção)

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/3