Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

Endless Words

"Escrever é como abrir gaiolas: coloco as palavras em ordem, descubro a senha do cadeado, liberto os pássaros. E os sentimentos."

 

Deus criou Adão e Eva, homem e mulher, para eles não terminarem sozinhos. Ele colocou-os na terra com um propósito que perdura até aos dias de hoje: amar. Por amor, muitos batalharam, muitos mataram, muitos sujaram as mãos com o sangue dos seus inimigos. Por amor, criaram-se regras, doutrinas e ensinamentos de mútuo respeito. Por amor, amantes promíscuos e secretos unem-se na escuridão, crianças nascem e idosos morrem. Encaro o amor como uma lei universal: algo, que para mim, é inviolável e sagrado. Algo mais belo do que um diamante, um carro luxuoso ou uma viagem de sonho. Do que vale ter todas as riquezas do Mundo, se não temos com quem partilha-las? Até o ser mais egoísta do planeta quer ser estimado. Até eu quero. Eu quero amar alguém que seja único, porque as vulgaridades enojam-me. Algo original, por favor, não idêntico. Alguém que ame a pessoa especial e invulgar que sou: este ser meio "tonto" na superfície, mas com uma mente e ensinamentos de uma pessoa de trinta. Alguém que tenha um jeito carinhoso, misturado com uma pitada de mistério. Que goste dos meus momentos infantis, que apoie as minhas escolhas, que tenha orgulho da pessoa que sou e que quero ser. Que tenha barba por fazer, se não é pedir muito.

62 comentários

Comentar post

Pág. 1/7